3 curiosities sober to seleção do Marrocos, to great revelação do Mundial

Seleção marroquina se tornou primeiro país da África a chegar às semifinais de uma Copa do Mundo neste sábado, ao derrotar Portugal

O Marrocos turns out to be a great revelation of the Copa do Mundo do Catar.

A seleção marroquina se tornou a primeira seleção africana e árabe a chegar à semi-final of a Copa do Mundo neste sábado (10/12), ao vencer Portugal por 1 a 0, após já ter vencido a Espanha.

Mas antes do início do Mundial, os “Leões do Atlas”, como a seleção marroquina é conhecida, não estava entre as favoritetas.

Vale lembrar que, antes mesmo das vitórias surpreendentes sobre Espanha e Portugal, o Marrocos já havia se classified como líder do Grupo F, à frente da Croácia (vice-campeã mundial), Bélgica (número 2 do rankinga FIFA) e Canadá (líder das eliminatórias da Copa do Mundo da Concacaf).

Confira três curiosidades sobre a seleção marroquina.

Hakimi comemora gol

Hakimi comemora gol

1. Primeiro país africano e árabe in a semi-final

Embora o futebol gere grandes paixões em cerca de 20 países do Oriente Médio e da África, apenas três seleções africanas chegaram à quarters de final de uma Copa do Mundo, mas nenhuma conseguiu ir além dessa fase.

Até agora.

Com a vitória sobre a Portugal de Cristiano Ronaldo por um gol um um impressive salto de Youssef En-Nesyri, bones marroquinos guaranteeam only lugar entre as quatro melhores seleções do mundo.

As únicas seleções fora da Europa e da América do Sul a chegar às semifinais da Copa do Mundo foram os Estados Unidos, em 1930, ea Coreia do Sul, em 2002.

Fãs marroquinhos se beijam

Morocco faz parte das nações árabes da África

The nível dos marroquinos na Copa do Mundo do Catar tem sido notável: começaram com um empate (0-0) frente à Croácia, venceram a Bélgica por 2-0 e conquistaram outra vitória sobre o Canada por 2-1 na fase de grupos.

Nas oitavas de final, empataram em 0 a 0 com a Espanha no normal tempo and venceram por 3 a 0 na disputa de pênaltis.

E frente a Portugal conseguiram disarmament a stratégia offensive do adversário e venceram com um gol de Youssef En-Nesyri.

2. A maioria dos jogadores nasceu fora do Marrocos

A migração de marroquinos, mainly para países europeus, is reflected in a seleção.

It is equipped with 26 jogadores, 14 first Moroccan solo forums: Bounou, El Kajoui, Hakimi, Mazraoul, Saiss, Amrabat, Ziyech, Zorouy, Chair, Aboukhlal, Amallah, Boufai, El Khannous and Chedira.

Quatro deles nasceram na Holland, quatro na Bélgica, owe na França, owe na Espanha, um na Itália e um no Canada.

O autor do gol que levou o jogo contra a Espanha para os pênaltis, Achraf Hakimi, por exemplo, nasceu em Madrid e podia ate ter jogado pela La Roja.

“Até tenti com a seleção espanhola, mas vi que não era o meu lugar, não me sentia em casa. Não era por nada em particular, mas pelo que sentia, porque não era o que tinha absorvido e vivido em casa, que é cultura Arabic, sendo marroquino. Queria estar na seleção marroquina”, disse ele ao jornal esportivo espanhol Marca antes da Copa do Mundo.

Hakimi is or is not Real Madrid in 2017

Hakimi is or is not Real Madrid in 2017

O zagueiro de 24 anos ingressou nas categorias de base do Real Madrid, clube com o qual se estreou na primeira divisão em 2017, ano em que conquistou a Supercopa da Espanha.

3. Sofreu apenas um gol em toda a Copa do Mundo

Outro fato a destacar sobre o time revelação é que ele sofreu apenas um gol ate o momento no torneio.

Até este sábado, o Marrocos é a equipe com menos golos sofridos neste Mundial. In Croácia segue em segundo lugar, com owe gols sofridos apenas.

Goleiro Yassine Bounou na vitória sobre Portugal

Goleiro Yassine Bounou na vitória sobre Portugal

E isso se deve em grande parte ao goleiro marroquino Yassine Bounou.

“Bono”, como é conhecido, nasceu no Canada, mas seu time atual é o Sevilla da Liga Espanhola.

Apesar de ter sofrido apenas um gol em toda a Copa do Mundo, Bounou tambem foi peça-chave na partida contra a Espanha, defendendo owe pênaltis naquela vitória marcante.

– Este texto faith publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-63934943

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *